Lançamento da Revista Arandu n.º 74 no

SESC Morada do Baís em Campo Grande no ano de 2016

          Em comemoração a 19 anos da Revista Arandu e da fundação do Grupo Literário Arandu. Foi lançado a Revista Arandu n.° 74 em noite festiva, com apresentação dos autores e de bandas musicais. Participaram autoridades, artistas e a imprensa que fez a cobertura do evento. 

          Segundo Carlos Amarilha a publicação consecutiva da Revista Arandu desde 1997 mostra a importância do Grupo Literário Arandu, prima de trabalhos relevantes produzidos por pesquisadores, professores e estudantes de Mato Grosso do Sul, no intuito de aprimorar o diálogo entre os interessados e expor os resultados de suas pesquisas pesquisas, novos saberes e novas metodologias.

 

          A dinâmica do conhecimento no mundo depende de pesquisas e técnicas que vêm sendo estudadas para o desenvolvimento físico e intelectual da sociedade. A partir de novas pesquisas e novas técnicas, cientistas descobrem novos métodos de aprimoramentos essenciais para o desenvolvimento da vida e da sociedade.

          Nesta edição, reunimos artigos dos pesquisadores Arão Davi Oliveira e Rennan Vilhena Pirajá apresentam o artigo, “Ações de preservação do patrimônio cultural em Campo Grande-MS: um estudo de caso do conjunto dos ferroviários”. Artigo de Paulo Bungart Neto e Ana Claudia Araujo Matos Krul, com o título, “A memória cultural do Mato Grosso do Sul através das crônicas e entrevistas de Maria da Glória Sá Rosa”.

           Da pesquisadora Hélia Marcia Kovalski Castilho Teno, com o artigo, “Entre indas e vindas em região fronteiriça no conto de Hélio Serejo: traços da cultura sul-mato-grossense.

Da professora Joyce Regina Matoso Sobrinho, o artigo, “Abram as cortinas: professor ator em ação”.

          O professor Onivan de Lima Correa apresenta dados de uma pesquisa realizada nas escolas e centros de educação infantil do município de São Gabriel do Oeste, sobre o ensino da História da África e um breve histórico do município, com o título “O cumprimento da Lei n° 10.639/2003 nas escolas municipais de São Gabriel do Oeste-MS”. 

          A professora Josefa dos Santos Silva com o artigo, “Políticas Públicas Educacionais e História e Cultura Afro-brasileira no município de São Gabriel do Oeste”, trata como a cultura afro-brasileira são apresentadas nas escolas municipais do município estudado.

De Carlos Magno Mieres Amarilha e Regina Cestari de Oliveira, o artigo, “Um projeto nacional para jovens de 18-29 anos: a implantação do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem Urbano)”.

          Das pesquisadoras Nadia Bigarella e Noélia Maria Matos de Morais Corrêa, que tem como título: “Aspectos históricos sobre formação docente: curso normal médio no Brasil, da primeira à última constituição federal”, as autoras fazem uma contextualização de aspectos históricos da política de formação docente, que influenciaram a criação do Curso Normal Médio no Brasil, desde as Constituições Federais de 1824 a 1988.

          A Revista Arandu é um importante veículo de aproximação entre diferentes pesquisadores em seus mais diversos níveis de formação. As publicações da Revista Arandu contribuem para facilitar os pesquisadores a continuarem na procura de novas fontes para seus objetos de pesquisas, bem como incentivar novas pesquisas, novos objetos, novos conceitos a serem estudados, revelados, investigados, aprimorados e divulgados.

fOTOGRAFIAS PRODUZIDAS NO SEC MORADA DO BAI